ter uma dor de cabeça

A cafeína reviva a dor de cabeça?

Se você é algo como eu, já tentou muitas coisas para aliviar suas dores de cabeça e enxaquecas. Minha experiência é que uma vez que uma enxaqueca se instala, não há muito que você possa fazer, exceto esperar que ela desapareça. Portanto, minha prioridade é pegá-la cedo ou impedi-la de acontecer. Tenho tentado muitas coisas para reduzir a quantidade de cafeína em minha dieta ao longo dos anos com resultados mistos. Eu era um bebedor de chá minha vida inteira, mas tinha começado recentemente a beber café.

Cafeína

Notei que minhas enxaquecas estavam ficando piores e mais intensas depois de alguns meses tomando café mais forte. Cortei completamente a cafeína. Você ficará surpreso de como a cafeína pode ser viciante e poderosa se você já experimentou! Durante três a quatro dias, experimentei dores de cabeça intensas e miséria geral. Depois que consegui voltar ao normal e me instalei em meu novo estilo de vida de hortelã-pimenta e camomila, notei que as enxaquecas haviam diminuído de freqüência e eram mais fáceis de administrar.

Um problema estava aí. Migril, o medicamento que tomo para aliviar as dores de cabeça, contém muita cafeína. Como posso evitá-la? Apesar deste pequeno incômodo, evitei a cafeína por cerca de dez anos. Acho que devo ter ficado feliz com os resultados gerais. Ao longo dos dez anos, descobri que consegui quase todos os meus ataques de enxaqueca com minha medicação.

Sinais

Se, e isso é uma grande IDEA, eu pude tomá-la ao primeiro sinal de dor de cabeça. Consegui reduzir minha dose de dois comprimidos para um quarto de um comprimido. Recentemente, notei um aumento na freqüência com que minhas pílulas estavam estourando. Notei que às vezes, mesmo que eu ainda estivesse tomando um quarto de um comprimido, eu estava tomando Migril quase todos os dias. Voltei para trás e para frente.

Acabei percebendo que talvez fosse a cafeína na minha medicação que estava causando o efeito de ricochete. Decidi tentar sair da carroça e me juntar mais uma vez às legiões de pessoas amantes do café! Eu não gosto de tomar remédios, então decidi que a cafeína poderia ser uma alternativa para eu obter o alívio da dor de cabeça que eu precisava. Tive apenas dois ataques de enxaqueca desde que fiz a troca, há três meses.

Finalmente

Embora fossem mais intensos do que os que eu estava acostumado, acho que é um trade-off entre intensidade e freqüência. Acredito que os ataques que vivi se deveram a não ter um dos meus cafés. Acho que estou de novo no gancho, mas prefiro café a Migril. O café é muito melhor que a camomila, devo dizer!